25/05/2011

Lembrancinhas de Casamento Originais

Existe uma infinidade de sites e blogs de casamentos na internet (inclusive o meu!).

Poderia recomendar vários, mas existe um que considero bem interessante, que sempre trás dicas e sugestões muito úteis, com matérias escritas por profissionais da área.

O site é o IG, e a coluna é a Delas - Noivas. Vale a pena conferir!

Como sou Turismóloga, amo minha cidade e sou apaixonada pelo trabalho das Figureiras de Taubaté, fiz questão de colocar aqui, na íntegra, a matéria que encontrei lá que dá sugestões de lembrancinhas, onde uma noiva Taubateana foi muito criativa!
 







Histórias de noivas: lembrancinhas pessoais
Conheça cinco casais que fugiram do óbvio e criaram objetos capazes de resumir suas histórias
Cintia Costa, especial para o iG São Paulo

Nada de bem-casados ou bibelôs impessoais. Estes cinco casais escolheram oferecer a seus convidados como recordação de seu casamento objetos carregados de significados que remetem à sua história.

 
Paixão ao primeiro show


Laura mostra a lembrancinha de seu casamento: referência à história dos noivos em Copacabana.


Laura Rubio Silva, contadora natural de Taubaté, no interior de São Paulo, e Marcelo Silva, computólogo nascido em Salvador, Bahia, são fãs de rock. Eles se conheceram no Rio de Janeiro, no show do Rolling Stones em Copacabana.


Na saída, trocaram contatos e combinaram de assistir juntos à apresentação do U2, em São Paulo, dias depois. “Achei que nunca mais íamos nos ver. Nos desencontramos e acabei vendo o show sozinha. Mas o encontrei no final, na porta do estádio” conta Laura. Marcelo então a convidou para mais um show, do Marcelo Nova, desta vez em sua terra natal. Ela topou e foi nesta viagem que o namoro começou.


Com quase dois anos de namoro à distância, Marcelo arrumou um emprego que o permitia trabalhar de casa, podendo, assim, se mudar para Taubaté. Era o que faltava para realizarem, em 5 de setembro de 2009, o sonho de subirem ao altar.


A história dos dois foi traduzida na lembrancinha: peças de artesanato de figuristas de Taubaté em uma caixa de cerâmica com o calçadão de Copacabana na tampa, fechada com uma fitinha do Nosso Senhor de Bonfim, típica de Salvador.


Ecocasal


Cinthia e Rodolpho: ecobags representam filosofia de vida dos noivos.



 
Rodolpho Simas, consultor, é um carioca apaixonado por surfe. Conheceu a curitibana Cinthia Simas, jornalista, em São Paulo, na igreja que ambos frequentavam.

Um dos valores que os aproximou foi o respeito que cultivam em relação à natureza. Como casal, sempre se preocuparam em consumir somente o necessário e evitar desperdícios. Ele usa roupas de material reciclado e ela, bijuterias e objetos de decoração comprados em feiras de artesanato. Em casa, fazem coleta seletiva e evitam usar sacolas plásticas.

Cinthia e Rodolpho aproveitaram seu casamento, em 15 de agosto de 2010, para conscientizar os amigos. A lembrancinha foi uma sacola ecológica com a mensagem: “Um dos valores que queremos construir em nossa nova família é o cuidado com o meio-ambiente. Por isso, como lembrança do nosso casamento, damos a você esta ecobag, para que promova conosco o consumo consciente. Muito obrigado por seu apoio e sua presença!”.


 
Feito à mão


Marcos e Luciana: chaveiro feito a mão e caricatura do casal assinada pelo amigo em comum que os apresentou.


Luciana e Marcos Yanos se conheceram na faculdade, no curso de Letras, apresentados por um amigo em comum. A afinidade foi imediata e o namoro engatou. Durante as aulas, eles não se desgrudavam.
 
Hoje, ele é empresário e ela, artesã. Em 21 de março de 2009, eles se casaram e a escolha da lembrancinha foi fácil: um chaveiro em formato de coração, confeccionado por ela. “Queria que os convidados levassem para casa algo feito por mim, com dedicação especial, nada fabricado por ‘atacado’”, conta Luciana.
O toque final ficou por conta do detalhe da tampa da caixa: uma réplica da caricatura feita pelo amigo que os apresentou durante uma aula da faculdade. “Guardo o original a sete chaves, com muito carinho”, diz ela.


De malas sempre prontas


Juliana e Emerson: a história a dois, pontuada por viagens, rendeu cartões postais personalizados.


Viajar é uma das paixões que a professora Juliana Marchiori e seu marido, o gerente de negócios internacionais Emerson Marchiori, compartilham desde a época do namoro. Foi em um passeio pelo centro histórico de Ilhabela (SP) que Emerson pediu à Juliana que aceitasse ser sua namorada. “Para mim, foi uma grande surpresa. Era noite, eu via as luzes dos barcos ao longe, e ele me abraçou e disse que queria mais de mim. Chorei muito”, diz Juliana.

Juntos, conheceram a Europa e viram o sol se por em muitas outras praias do litoral brasileiro, como a Praia da Pipa (RN), onde Emerson, dez meses depois, fez o tão esperado pedido de casamento.

A veia turística do casal foi traduzida em lembrancinha de casamento. Na saída da festa, os convidados receberam cartões postais de diversos lugares que o casal visitou, incluindo os destinos mencionados acima. Na frente do postal, junto com a foto, eles colocaram os nomes dos noivos, a data e uma caricatura. Na parte de trás, uma mensagem de agradecimento pela presença.

“Nós fomos morar juntos com apenas quatro meses de namoro e nos casamos um ano depois. Queríamos mostrar aos convidados que, apesar do pouco tempo, já tínhamos vivido muita coisa como casal. Esta foi a forma que encontramos de mostrar um pouco da nossa história”, explica Juliana.


Eixo norte-sul

Simone e Alessandro simbolizaram a união do casal e dos costumes diferentes.

O casamento da cirurgiã dentista Simone Sales e do empresário Alessandro Sales, em 17 de abril de 2010, representou a união de duas realidades brasileiras: ela vem do Sul e ele, do Nordeste. Eles se conheceram na terra dela, Porto Alegre (RS), onde ele, nascido em Fortaleza (CE), morava há dois anos.

Durante o namoro, Alessandro conviveu bastante com a família de Simone e aprendeu muito sobre a cultura gaúcha. Ela conta que, hoje, ele é um churrasqueiro de primeira.

Por outro lado, os costumes cearenses não foram esquecidos. “Ele ainda guarda o hábito de deitar na sua rede e degustar uma cachacinha de sua terra”, diz Simone, que mantém o contato com os sogros à distância. Ela conta que Alessandro ainda torce para vê-la apreciando uma bela buchada, prato típico do Nordeste.

No broche que ofereceram aos seus convidados como lembrancinha de casamento, essa mistura de culturas foi representada em uma caricatura divertida, em que ela, vestida de noiva, segura uma cuia de chimarrão e ele, de terno e gravata, usa um chapéu de cangaceiro.

20/05/2011

Quais são as flores mais usadas em casamentos?

Confira algumas das flores mais usadas em decoração de casamentos e alguns de seus significados:


Veja mais inspirações de decoração para o seu casamento! Clique aqui...


As Alstromérias representam felicidade plena e amizade eterna.


As Angélicas representam proteção angelical.


A flor Áster pode ser encontrada em várias cores.


As Azaléias representam elegância, felicidade e paz.



As Rosas na cor lilás estão em alta e significam amor à primeira vista.

Rosa vermelha = Paixão, amor ardente.
Rosa amarela = Felicidade e amizade.
Rosa branca = Inocência, beleza e charme.
Rosa cor de cosa = Amizade e carinho.


A flor Boca-de-leão significa vida e elevação espiritual.


O Copo de Leite representa pureza e felicidade.




As Cravinas são flores muito delicadas e podem ser encontradas em diversas cores.


Os Lisianthus são flores que dão um toque muito elegante nas decorações. É possível encontrá-las em diversas cores e seus significados são: sofisticação, elegância e entrega amorosa. 


A flor Laço espanhol ou Gailardia não tem variação de cores.


A Gardênia representa graciosidade.



As Gérberas, com suas cores vivas, deixam as decorações mais alegres. Elas representam justamente a alegria, a pureza e a simplicidade.


As Gipsofilas são muito usadas para complementar os arranjos de flores. Mas atualmente, decorações tem sido feitas somente com estas florzinhas, e ficam muito lindas. 



Os Lírios podem ser encontrados em cores diversas e represemtam a ingenuidade, a inocência e a pureza da alma. 



As Lobélias em sua maioria são azuis. Mas é possível encontrá-las nas cores lilás e rosa.


As Margaridas represemtam a juventude, a sensibilidade, a virgindade e o amor inocente.


As Margaridinhas também são muito usadas nas decorações e represemtam o amor leal.




Os Miosótis significam amor sincero e fidelidade.


As Papoulas represemtam a fertilidade.



As Petúnias podem ser encontradas em diversas cores.




As Verbenas tem cores vibrantes e variadas.

Confira algumas decorações e quais flores foram utilizadas:


Nesta decoração, feita pela Maison Noivas, na Igreja de São José Operário em Caçapava, foram usadas as flores lisianthus, rosas e gérberas brancas, além das eras de uma coluna a outra. Atualmente as eras tem sido muito usadas nas decorações, substituindo os tradicionais tecidos.



Nesta decoração na igreja Santa Teresinha em Taubaté, a Maison Noivas utilizou rosas, lisianthus e gipsofilas, além das lindas borboletinhas para dar um efeito especial! Também foi utilizado eras de um arranjo ao outro.





Neste casamento, realizado no Convento de Santa Clara em Taubaté, a decoradora Marlene usou rosas chá, lisianthus brancos, margaridinhas e gipsofilas. Novamente vemos as eras de uma coluna a outra. 



 Em breve, mais fotos de Decorações e Buquês!

19/05/2011

Decoração em Casamentos

Quais flores devo escolher?




Há mulheres que adoram flores. Há aquelas que gostam de recebê-las de presente. Há ainda as que gostam, conhecem e sabem identificá-las pelos nomes! Mas também há as que não gostam ou que nunca ligaram para flores... até chegar o dia de seu casamento!

Não há casamento sem flores e você precisa conhecer, ao menos um pouco, sobre os tipos de flores, épocas, cores e arranjos que deseja para fazer boas escolhas na decoração do seu casamento. Principalmente porque na decoração de uma festa de casamento as flores não são um simples detalhe.

Para facilitar sua escolha, pense em quais flores você mais gosta e se elas serão facilmente encontradas no mês do seu casamento. Se continuar indecisa, uma boa idéia é usar as flores da estação. Analise quais flores são comuns no mês em que você vai se casar e escolha as que mais lhe agrada. Desta forma, a decoração além de ficar como você deseja, certamente ainda ficará mais econômica.

Uma dúvida freqüente é se o buquê da noiva precisa combinar com o restante da decoração. A resposta é não, o buquê não precisa combinar com a decoração da igreja, ele precisa combinar com você, com seu estilo e com seu vestido.

De acordo com a consultora de casamentos Márcia Possik, na igreja, a elegância deve prevalecer na composição floral, porque nada pode tirar o brilho da noiva. Já na recepção, a decoração pode ser mais audaciosa. É bom salientar que a decoração varia de acordo com o tipo de evento que os noivos estão desejando.

Por exemplo: se for um casamento realizado pela manhã, ou em um sítio, ela recomenda uma decoração mais simples, com flores do campo. Se for à noite, o mais usado é algo requintado, com flores nobres como lírios, copo-de-leite, orquídeas etc. Mas fique atenta, já que estas flores costumam ser mais caras. É preciso sempre levar em consideração o gosto e o orçamento dos noivos. Uma dica importante: pergunte ao seu decorador quais são as flores da época, pois são mais abundantes e seus preços bem mais baixos no mercado, além de não correr o risco de ter flores queimadas ou não muito vistosas.


Para auxiliá-la na decisão, veja quais flores são mais fáceis de se encontrar em cada mês do ano:


JANEIRO
FEVEREIRO
Amor-Perfeito
Amor-Perfeito
Angélica
Angélica
Boca-de-Leão
Clarquia
Clarquia
Boca-de-Leão 
Copo-de-Leite
Copo-de-Leite
Cravina
Laços-Espanhóis
Laços-Espanhóis
Magnólia
Lobélia
Mimosa 
Magnólia
Papoula
Margarida
Petúnia
Mimosa
Sempre-Viva
Papoula

Petúnia

Sempre-Viva

Verbena

MARÇO
ABRIL
Angélica
Angélica
Clarquia
Camélias
Cravina
Clarquia
Gipsófila
Gipsófila
Laços-Espanhóis
Laços-Espanhóis
Margarida
Papoula
Papoula
Margarida
Petúnia
Petúnia
MAIO
JUNHO 
Amor-Perfeito
Amor-Perfeito
Camélias
Azaléias
Angélica
Camélia
Azaléias
Crisântemo
Clarquia
Gipsófila
Crisântemo
Margarida
Gipsófila
Petúnia
Laços-Espanhóis
Primavera
Margarida

Papoula

Petúnia

Primavera

JULHO
AGOSTO
Amor-Perfeito
Amor-Perfeito
Crisântemo
Anêmona
Gipsófila
Begônia
Margarida
Crisântemo
Petúnia
Gipsófila
Primavera
Margarida

Primavera

Sempre-Viva

Verbena
SETEMBRO
OUTUBRO
Açucena
Açucena
Amor-Perfeito
Amor-Perfeito
Anêmona
Anêmona
Begônia
Begônia
Boca-de-Leão
Boca-de-Leão
Campainha
Campainha
Gardênia
Gardênia
Gipsófila
Lobélia
Miosótis
Margaridinha
Margaridinha
Miosótis
Primavera
Primavera
Sempre-Viva
Sempre-Viva
Verbena
Verbena
NOVEMBRO
DEZEMBRO
Amor-Perfeito
Amor- Perfeito
Anêmona
Angélica
Boca-de-Leão
Azaléia
Campainha
Boca-de-Leão
Gardênia
Copo-de-Leite
Hortênsia
Cravina
Lírio
Gardênia
Lobélia
Laços-Espanhóis
Margaridinha
Lírio
Miosótis
Lobélia
Petúnia
Margaridinha
Sempre-Viva
Miosótis
Verbena
Papoula

Petúnia

Sempre-Viva

Verbena